Design para Conversão

Aprenda o que é e como usar o Design para Conversão em seus projetos!

design para conversao

Eae! Td Bele?

Neste artigo iremos falar de um assunto muito importante quando se trata de web que é o Design para Conversão.

Pode parecer redundância o termo, mas não é. E eu venho comprovando isso ao longo destes anos que venho trabalhando com web design e marketing digital.

Poucos Web Designers criam prestando pensando na usabilidade, experiência do usuário, cores, tipografia e etc; como forma de conseguir mais conversões.

Nesse artigo veremos como um Design pensado para converter pode nos ajudar a melhorar a conversão das páginas que criamos alavancando a audiência e as vendas.

Bora começar ou melhor…Converter :D !!

Neste artigo você verá:

O que é Design para Conversão

É o design focado em resultados. Isso significa criar um layout onde o principal objetivo é potencializar o poder de decisão do usuário através de direcionamento para ações. Todo usuário tem um objetivo, mesmo que inconsciente.

Um Design eficaz faz que o usuário não procrastine em sua decisão a ponto de deixar facilmente o seu site, ou pior, executar ações em sites concorrentes.

O Design para conversão motiva, incentiva e direciona o usuário a uma ação planejada na interface, diminuindo ao mínimo possíveis ruídos que causem dispersões.

Assim como todo usuário, todo site tem um objetivo diversos como visitas, captura de e-mail, venda de produtos, curtidas, compartilhamentos, comentários, etc.

Imagem8

Estas são ações específicas que medem a satisfação do usuário.

O Design de Conversão é uma especialidade que foca em criar experiências que guiem o visitante fazendo-o realizar uma ação específica através do design.

Ele une design mais psicologia para influenciar o comportamento do visitante. Com isso cria-se um design para orientar, incentivar, motivar e até mesmo reeducar, através da persuasão. Com isso você cria os caminhos necessários para a efetivação de determinada ação.

O Design de Conversão é especialmente indicado em interfaces onde trafegam um público segmentado que anseia em satisfazer uma expectativa específica, porém o layout não oferece condições para direcionar e potencializar o poder de decisão deste à uma ação conversora.

Logo não adianta nada criar um Design para Conversão que venda patins sendo que o público que visitante está atrás de motocicletas. Compreendes isso, Galucho?

Eu li em alguns sites na web que apontavam o design para conversão como uma nova segmentação do design como, por exemplo, design de moda, design de produto e etc.

Na minha opinião design para conversão é web design. Todo Web Designer deveria ser um especialista em conversão, mas no cotidiano não é assim que funciona.

A maioria dos Web Designers não testam seus layouts, não prestam atenção ou não dão valor significativo para a conversão do projeto e por isso não sabem as oportunidades que estão perdendo.

Independentemente dessa questão semântica, o fato é que o Design para Conversão vem se tornando cada dia mais importantes nas ações de diversas empresas.

A importância do Design de Conversão

Hoje em dia com o aumento do marketing digital, das vendas pela internet, do número de infoprodutores, etc; criar um design centrado na conversão se tornou algo importantíssimo.
Imagem7

Não se pode mais criar um site somente “bonito” e deixá-lo no ar torcendo para que os visitantes realizem as ações pretendidas. As cobranças estão cada vez maiores e a concorrência também.

Cada vez mais está mais caro e mais concorrido se conseguir tráfego para o seu site, blog, loja virtual e Landing Page, por isso você deve aproveitá-lo ao máximo, tentando fazer com que os seus visitantes realizem as ações pretendidas.
Uma das peças mais importantes no design de conversão é a Landing Page. E sobre isso que irei falar a seguir.

O que é uma Landing Page

Uma Landing Page é uma página que tem um propósito de capturar emails ou realizar uma venda.Então qualquer página que sirva para isso pode ser interpretada como uma Landing Page.

Mas vamos focar em uma página de produto, única fora do fluxo do site, uma “squeeze page” ( página de funil).
Esse tipo de página (landingpage do tipo “squeeze page”) não é a página inicial do seu site e comumente nem faz parte do seu site.

Imagem5

Ao contrário do seu site que tem vários objetivos (mostrar a empresa, manter relação com cliente, mostrar localização e dados de contatos) a ela tem apenas uma finalidade e o foco da página é todo voltado para esse objetivo.

Uma Landing Page também não é um hotsite. Por vezes pode até lembrar um hotsite, mas também não é e também ambos têm objetivos diferentes.

Um hotsite é mais promocional, tem mais de uma página, mais conteúdo etc.

Para que serve uma Landing Page?

É uma página a parte do seu site com uma missão determinada: fazer com que o visitante realize a ação planejada.
Normalmente este tipo de página tem como objetivo a geração de leads (captura de e-mail) ou venda de algum produto. O objetivo dela é fazer com que os seus visitantes completem uma ação planejada.

São páginas que contém o menos possível de distrações para o visitante. E tudo que estiver na página e não tiver uma função que ajude ao visitante realizar a ação desejada, deve ser eliminado.

As Landing Pages estão cada dia mais sendo peças fundamentais nas ações de marketing. Campanhas de marketing digital comumente são criadas para vender algo ou para gerar leads, por isso precisam de páginas que criem uma experiência com o foco no objetivo proposto.

A psicologia do Design de Conversão

No desenvolvimento de um site, seja qual objetivo for, sempre é preciso se pensar nas questões de experiência do usuário, entre outros, porém o design de conversão tem muito mais a ver com a estratégias de conteúdo e design de interação.

O foco é em como o visitante interpretará o conteúdo apresentado para realizar a ação planejada (o visitante realizar clicar no botão de comprar, por exemplo).

E para isso utiliza-se de uma tática bastante comum no marketing: gatilho mentais.

Imagem8

Gatilhos mentais são atalhos utilizados pelo cérebro humano instintivamente para tomar decisões. Então podemos usá-lo como técnicas para potencializar o poder de decisão do visitante que atuam nos aspectos instintivos, emocionais e sociais do público. E isso não tem como evitar. Por mais que você conheça os gatilhos e por mais que os use a seu favor você também é afetado por ele no dia a dia porque tudo acontece instintivamente. Tudo isso porque nós usamos muito mais o lado emocional do que o racional para analisar e justificar nossas decisões de compra.

Porém Gatilhos mentais não são nenhuma solução mágica e avassaladora. Eles potencializam o poder de decisão de compra de um “púbico segmentado” diminuindo suas objeções. Portanto não queira usá-los para tentar vender carros a quem está interessado somente em bicicletas. Entendeu?

Alguns dos mais usados no design de conversão são:

  • Urgência e Escassez ( ex: “Liquidação somente até amanhã”).
  • Prova Social ( ex: “Veja o números de comentários e quantas pessoas também já compraram”).
  • História ( ex:”Quando iniciei minha carreira eu …”).
  • Reciprocidade ( ex: “Experimente uma amostra grátis”).
  • Autoridade ( ex: “Aprenda a como ficar forte com o  SUPER Campeão de fisiculturismo Fulano”).

Técnicas do Design de Conversão

Existem algumas técnicas de Design que aplicamos para potencializar a conversão.

Encapsulamento

É uma técnica clássica (segregação) usada em Landing Pages para direcionar os olhos do visitante criando um efeito de “visão de túnel” onde você direciona todo o foco da peça para uma determinada região.
redações do ENEM

Contraste

O contraste é uma das coisas mais poderosas no design.
Podemos utilizar as cores, formas, espaço, entre outros. A intenção é destacar a região mais importante.

Imagem4

Direcionamento

O direcionamento dá indicações visuais que levam para a ação nas Landing pPges.
Para isso normalmente usa-se setas; caminhos e linha de visão.04

Espaço em branco

Pode-se dar destaque para uma chamada simplesmente através de espaços livres e áreas de respiro do layout.

Imagem2

Minimalismo

Utilizar somente o necessário para o entendimento. Eliminar qualquer distração que não ajude no objetivo que é levar e/ou convencer ao visitante realizar a ação.

Imagem8

Realize testes em seus Layouts

Boa parte do sucesso de um Design está nos testes. Às vezes você cria algo legal, harmonioso, funcional, mas que não converte. Por isso é muito importante realizar testes. Não se pode criar uma interface e não acompanhar o seu desempenho.

Vou dar um exemplo prático que aconteceu comigo.

Imagem3

Eu criei a página do Ebook solidário de HTML e CSS. Inicialmente eu deixei o botão na cor verde, pois fazia parte da paleta de cores que usei e etc. Só que eu decidi realizar testes no layout: troquei  a cor do botão para a cor laranja. Uma cor que destoava do restante, porém não afetava na estética do layout. Resultado:

O botão laranja converteu por volta de 50% mais.

O botão na cor verde estava legal, estava funcional, porém não estava convertendo bem.

Dica: Sempre realize testes no seu layout.

Considerações Finais

Se você trabalha ou pretende trabalhar com Design Web com certeza você ouvirá muito (senão já ouviu) o termo Design orientado a Conversão.

Design para Conversão está se tornando cada dia mais importante nos negócios digitais por ser responsável por altas taxas de conversão e, consequentemente sucesso, dos projetos.

Não basta ser belo, não basta causar uma ótima experiência ao usuário, não basta ser responsivo…. Tem que ser tudo isso, claro! Mas também tem que converter também.

Se o site não converte o seu cliente não vende e com isso ele não vai te chamar para próximos projetos…. Se o site não converte a empresa não lucra e aí seu patrão não vai ter como te pagar… Se sua Landing Page não converte você não vende seu produto.

O Design tem essa capacidade de auxiliar na conversão e nos resultados, por isso não devemos desprezar esse “poder”.

Eu estou preparando um treinamento onde eu explico como você pode usar o Design de Conversão em seus projetos.

Clique no botão abaixo e se cadastre para você ter acesso a mais conteúdo sobre Design de Conversão sabendo quando esse treinamento estiver pronto.

Como usar o Design de Conversão para melhorar
o resultado das suas páginas WEB

E você já usa o Design para Conversão em seus projetos?

Deixe o seu comentário abaixo ele será muito bem-vindo.

Forte Abraço

Até Mais.

David Arty

Olá. Sou David Arty, fundador do blog Chief of Design.
Sou natural de São Paulo, Brasil. Trabalho com design, principalmente com design para web, desde 2009. Procuro transformar ideias loucas e complexas em peças simples, atrativas e funcionais.