UX Design: O que é User Experience Design? O que faz um UX Designer?

Insights para quem pretende iniciar na área de UX Design

Eae! Td bele? Você sabe o que é UX Design?

Já tivemos a oportunidade de falar sobre experiência do usuário (User Experience) aqui no blog de forma específica. Hoje vamos continuar falando sobre, mas focaremos na relação entre o Design e User Experience, e também de questões importantes para quem está interessado em trabalhar na área de UX Design.

Então te convido a ficar até o final do artigo para que você entenda o que é o UX Design , além de insights sobre como se tornar um ótimo UX Designer.

Neste artigo mostraremos sobre:

O que é experiência do usuário (User Experience)?

User Experience

User Experience trata da experiência (experience) do usuário (user) interagindo com serviços, produtos, marcas, sites, etc. UX é o que de fato as pessoas experienciam.

Ela visa medir a experiência do usuário ao usar algo e com isso perceber como e quais são os sentimentos que elas têm ao utilizar um serviço, produto, marca, etc.

Esse termo surgiu, apesar de experiência do usuário ser algo mais antigo, em meados da década de 90, através do cientista Donald Norman, criador ao lado de Jacob Nielsen do “Nielsen Norman Group”, e escritor do livro “Design do dia a dia”. Ele foi o responsável pela popularização do termo “User Experience”.

Relação entre Design e User Experience

Uma das funções natas do Design é resolver problemas. E problemas são coisas que afetam a experiência do usuário. 

Portanto, todas as vertentes do Design contribuem para o UX. Mas não podemos confundir: não são os profissionais, ou as técnicas envolvidas que determinam a experiência, elas se fazem presentes apenas para influenciar e direcionar. Como já falei anteriormente, usar experience é o que de fato as pessoas experienciam.

Concluímos que, desenhar, projetar a experiência, não é o mesmo que experiência do usuário, pois UX é a experiência da pessoa e essa experiência é algo singular e que pertence a ela.

Enfim, o que é UX Design?

UX Design

Independente de como foi pensada, e experiência do usuário sempre existirá, quando haver uma interação, sendo ela boa ou má.

Mas pensando na melhor experiência existem profissionais de diversos segmentos que empregam e compartilham diversos conhecimentos baseados no Design. Esses conhecimentos permeiam o que vem a ser o UX Design.

Vou usar a definição de John Amir-Abbassi, pesquisador de experiência do usuário do Facebook para expressar o que é UX Design:

“O design da experiência do usuário é uma abordagem de design que leva o usuário em consideração.”

Essa definição ajuda a entender que esta abordagem leva o usuário em consideração visando contribuir para que sua experiência seja de excelência ao projetar as interações com produtos, serviços e marcas.

Existe uma certa discussão na área se é certo usar o termo UX Design, Product Designer ou apenas UX, independente disso, o fato é que UX Design é uma termo que ganhou popularidade e é usado para definição de áreas e profissionais.

Porque a área de UX Design cresceu tanto nos últimos anos?

Atualmente a área de UX é importante por causa da alta demanda para construção de produtos digitais para empresas, já que elas precisam se destacar em um mercado competitivo e garantir a atenção das pessoas e tentar convertê-las em clientes.

Entre os benefícios de adotar as abordagens de UX Design podemos destacar:

  • Aumento nas conversões;
  • Impacto positivo no SEO;
  • Redução de custo com suporte;
  • Fidelização dos produtos e serviços;
  • Aumento do reconhecimento da marca.

Para implementação de ações que resultem nesses benefícios é preciso (claro que relativizando cada projeto e empresa) uma equipe multidisciplinar com especialistas em várias disciplinas. Isso gera uma necessidade maior de profissionais habilitados gerando empregos.

Com isso diversos profissionais acabam por contribuírem com a área de UX Design e diversos conhecimentos e disciplinas podem ser aplicados para influenciar a experiência do usuário. Só para citar alguns:

  • Arquitetura da Informação,
  • Design, 
  • UI Design, 
  • Usabilidade, 
  • Performance, 
  • Compatibilidade, 
  • Estratégia de conteúdo,
  • Acessibilidade, 
  • Testes, 
  • Pesquisas, etc.

Só pensando nos conhecimentos citados, podemos vislumbrar como eles podem contribuir na elaboração de um projeto com:

  • Efetuação de pesquisas para descobrir quem são as pessoas que usam o sistema ou produto
  • Definição do conteúdo que vai de encontro às expectativas dos usuários, dispostas na pesquisa. 
  • Garantia de que as pessoas encontrarão esse conteúdo de forma simples e acessível.
  • Criação de uma interface harmoniosa, agradável, coesa, atraente.
  • Garantia de que elas naveguem facilmente pelo sistema  sem dificuldades e constrangimentos.
  • Garantia de que elas acessem e que a boa experiência seja preservada mesmo em dispositivos de tamanhos e sistemas diferentes
  • Garantia que a experiência tenha sido algo positivo e que a pessoa que acessou o sistema saía de lá com as expectativas atendidas. 

Para um primeiro contato veja o emaranhado de disciplinas que podem compor a área de UX Design na imagem a seguir:

infográfico by envisprecisely.

Apesar de tantas matérias, você não precisa se desesperar. O estudo deve começar do básico e ir progredindo aos poucos. E dependendo da sua atuação, você não precisa se especializar em tudo.

Agora que você chegou até aqui você deve estar se perguntando. Se várias disciplinas de áreas diferentes contribuem com o UX Design, o que faz o UX Designer?

Veremos isso no próximo tópico.

O que é o que faz um UX Designer?

O que faz um UX Designer?

Os UX Designers vêm de uma variedade de áreas como: design visual / design gráfico, front-end, programação, psicologia, design de interação, etc. Isso é devido que a área de UX abrange toda a jornada do usuário.

Qualquer um destes profissionais podem atuar com UX Design, mas não necessariamente possuírem o título de UX Designer, mas o contrário também é verdade.

Existe sim a profissão de UX Designer. Não necessariamente trata-se de alguém formado em Design, ou que já tenha trabalhado com Design. Você pode encontrar Psicólogos contratados como UX Designers.

É lógico que quem trabalha com tecnologia, design gráfico e prototipação de interfaces como UI Designers e Web Designers podem ter uma facilidade inicial maior para atuar como UX Designer. Isso porque eles já estão inseridos em meio a tecnologia e metodologias de design; atuam em disciplinas que fazem parte da área de UX e costumeiramente fornecem entregáveis para projetos para área.

Entretanto, trata-se de uma parte de algo maior que necessita de outros conhecimentos. 

Na teoria não veríamos tanto UX Designers usando softwares de edição e prototipação, já que suas funções vão além, mas existem vagas em que esses profissionais ficam limitados a projetar telas, mas isso é assunto para outro tópico…

Tenho tido isso, enfim, o que um UX Designer faz?

Um UX Designer tem como preocupação fundamental garantir que determinado produto ou serviço possa ser aprendido e usado pelo usuário final de maneira que traga uma boa experiência para ele, mas sem esquecer, ou seja, precisa ser aliado também as questões comerciais e objetivos de negócios da empresa.  

Ele atua desde o início de qualquer processo de projeto e também durante todo ciclo de vida do que está sendo projetado, visando garantir que as equipes de produto estejam criando produtos conscientes das necessidades e da forma de pensar de seus usuários, de e possíveis pontos problemáticos.

São atores chaves para projetar a experiência do produto e acompanhar os comportamentos de uso em todo o ciclo de vida do cliente.

O tópico a seguir é um complemento deste onde eu descrevo algumas habilidades que um iniciante em UX Design pode pesquisar sobre se pretende atuar na área.

Hard e Soft skills que UX Designers podem vir a precisar

Em sua jornada pela área de UX talvez em algum momento você possa se deparar com a necessidade de adquirir algumas habilidades técnicas e habilidades sociais para progredir na profissão.

Vou citar algumas que você possa precisar um dia.

Hard Skills

Hard Skills são habilidades técnicas que uma pessoa possui para exercer uma função. Para UX Design pode ser interessante saber sobre:

Wireframes – Um rascunho da interface usado para mostrar de forma antecipada os elementos da página com base nas necessidades do usuário.

Prototipagem – Simulação de um produto final usado para testar e coletar feedback. Possivelmente você poderá criar um esboço simples em papel mesmo. Se tiver habilidades em softwares de prototipagem como Figma e Adobe XD, podes construir um protótipo em alta fidelidade (Função melhor destinada ao UI Designer).

Fluxo do usuário – Um diagrama que mapeia cada etapa que um usuário executa ao usar um produto ou serviço.

Pesquisa de usuários – Conduzir o tipo certo de pesquisa de usuário para o produto ou recurso que você está projetando pode capacitá-lo a criar ou tornar um produto ainda melhor.

Testes de Usabilidade – Testes dos protótipos com usuários para validar suas escolhas de design, encontrar equívocos e verificar pontos de melhorias.

Análise de dados – Processo de transformar os dados em informação relevante para ajudar nas tomadas de decisão mais assertivas.

Criação de personas – Personas são representações dos usuários do produto e são criadas a partir de pesquisas e análise de dados.

Jornada de usuário – Mapeamento de todo o processo de interação do consumidor.

Arquitetura da informação – Contribuir no processo de organizar e estruturar o conteúdo para ajudar os usuários a encontrar as informações que estão procurando ou a concluir suas tarefas nas interfaces.

Habilidades em softwares – Com certeza em algum momento você usará softwares como Figma, Adobe XD, Miro, entre outros.

Soft Skills

Soft Skills são habilidades comportamentais relacionadas a maneira como o profissional lida com outros profissionais, stakeholders, usuários, etc. Talvez, de forma natural, você já possua algumas dessas habilidades. Para UX Design pode ser interessante possuir sobre:

Colaboração – Como UX Designer você constantemente estará interagindo com profissionais de outras áreas, da sua equipe ou de outras equipes, e não dá para você se fechar em um casulo e só pensar em executar suas tarefas. Ser um profissional colaborativo possibilita que os projetos não travem e a sua carreira também.

Boa comunicação – Para atuar na área de UX Design é fundamental boa comunicação oral e escrita. Pense bem, ter uma boas habilidades de comunicação pode te ajudar a obter dados mais valiosos dos clientes, criar entusiasmo nas partes interessadas ao apresentar seus projetos e ao realizar pesquisas de usuários.

Empatia – O UX Designer deve considerar o esquecimento de si mesmo em suas decisões. Ele deve considerar, em primeiro lugar, os usuários, e os objetivos comerciais dos responsáveis pelo produto ou serviço. Você precisará investigar e entender completamente as motivações, ansiedades, necessidades e problemas das pessoas que usarão seu design. 

Organização – Isso é essencial em todos os processos que você se envolver. As pessoas que dependem de suas decisões possuem prazos, medos, preocupações com dinheiro, e o tempo é precioso para todos eles. Então seja organizado para que as pessoas possam confiar em seu trabalho.

Bom gerenciamento de tempo – Saber gerenciar seu tempo e priorizar tarefas para atender primeiro às necessidades mais críticas fará que você tenha melhor pontualidade nas entregas e facilitará a organização das tarefas.

Especializações oriundas de UX Design

Especializações oriundas de UX Design

Enquanto o UX Designer está preocupado em projetar a experiência do usuário como um todo. Existem outras especializações (ramificações) oriundas do UX para cada etapa do processo de desenvolvimento da experiência.

Elas são um bom caminho para quem quer ser um especialista em determinada disciplina de UX Design que mais se identifica. Vamos a elas:

UX Writer – É um estrategista de conteúdo Ele é responsável por desenvolver um guia de escrita e um fluxo de UX Writing. E o profissional onde trás essa visão de experiência do usuário para a camada de conteúdo, onde tudo que é escrito deve facilitar o entendimento do usuário.

UX Researcher – É o especialista em conduzir entrevistas e pesquisas com usuários e análise de comportamento para coletar dados valiosos para construção do produto.   

Product Designer – Assim como o UX Designer, ele também está preocupado com o projeto como um todo, porém focado no produto.  Ele é uma espécie de gestor das etapas fundamentais na criação de um produto.

Hoje em dia existe uma discussão sobre o termo e em muitos casos a substituição do termo UX ou UX/UI para Product Designer. Algumas pessoas se referem a UX como o profissional focado apenas no usuário, já Product como gestor de todo o produto. Enfim, essa discussão não tem uma resposta única e certeira, por enquanto.

Saiba mais sobre Product Design neste artigo!

Aproveite e depois da leitura deste artigo e também assista o vídeo a seguir sobre as funções de UX Designer, UX Researcher, UX Writer e UI Designer.

Diferenças entre UX e UI Design

UI Design e UX Design são áreas que se complementam e colaboram uma com a outra. Para ser mais preciso a área de UI Design está inserida dentro da área de Ux Design.

Basicamente, e teoricamente, o que difere é que o UI Designer desenvolve interface e o UX Designer se preocupa mais em como o usuário vai se sentir ao interagir com a interface e se encontrará valor quando interagir com os produtos ou serviços de uma empresa.

UI Design possibilita que uma ideia se concretize na interface e que o usuário consiga aproveitar o que está sendo apresentado. E o UX Design faz com o seja apresentado na interface garante boas sensações de uso.

Entretanto na prática vemos muitos designers que fazem as duas coisas. Apenas empresas muito bem organizadas e segmentadas tem essa separação de áreas.

Eu tenho um vídeo onde falo especificamente sobre isso.

Onde pode trabalhar um UX Designer?

Onde um Web Designer pode trabalhar?

O UX Designer pode atuar em todos tipos empresas que necessitam de desenvolver interfaces, produtos e serviços (digitais ou não) de uma forma geral que envolvam interação dos usuários, principalmente quando se trata de interfaces digitais.

Podem ser tanto empresas que prestam serviços do tipo, como agências e escritórios de Design, startups, consultorias, empresas de TI, até empresas que têm setores apenas para cuidar das suas interfaces, como bancos, ecommerces, entre outros.

Qual o salário médio de um UX Designer?

Segundo a Glassdoor, plataforma que ajuda profissionais a encontrar a empresa ideal e a descobrir salários em mais de 100.000 empresas, o salário médio para UX Designer no Brasil, baseado em 980 salários postados por funcionários na plataforma, de forma sigilosa, e que atuam nesta profissão, é de R$ 5.347,00 por mês (Pesquisa realizada em 19 de jan. de 2022).

Salário UX Designer
Imagem obtida no site da Glassdoor

Mas esse números podem variar por causa de fatores como a região, segmento da empresa entre outros. A própria Glassdoor alerta que o salário pode variar de R $3.000,00 a R $9.000,00 em média.

Vale a pena trabalhar na área de UX Design? (Mercado de trabalho)

A área de UX Design tem se mostrado promissora, com grande procura por profissionais especializados em UX Design. E isso se reflete no crescimento da internet cada vez mais veloz e acessível, a necessidade do mercado em atrair seus consumidores através de produtos digitais e melhores soluções, e consumidores sedentos por novidades.

A seguir algumas informações sobre o Mercado de UX Design.

Os melhores salários entre as vertentes de Design

Levando em consideração o salário médio no Brasil de R$ 5.347,00 por mês a área se torna bem atraente em comparação com outras áreas (R$ 2.675 /mês para Web Designer e R$ 2.317 /mês para Designer Gráfico).

Mas não podemos considerar apenas o salário. Então vamos além.

Área que fornece uma alta satisfação

O gráfico da figura acima mostra que a pontuação média de satisfação de 1.326 entrevistados em 2018 é 72

Em uma pesquisa realizada pela MeasuringU, que é uma empresa de pesquisa quantitativa com foco na análise estatística do comportamento humano e na quantificação da experiência do usuário,com profissionais da área de UX em 2018 em diversos países, para saber o quão satisfeitos estão os profissionais de UX com seus empregos, revelou que a grande maioria relata alta satisfação no trabalho.

A satisfação média está perto do topo de outros trabalhos que foram identificados como de alta satisfação.

A pontuação média foi de 72, em uma escala de 1 a 100, sendo 1 insatisfeito e 100 totalmente satisfeito, onde pode-se mensurar sua satisfação geral no trabalho com sua posição atual.

Habilidade que as empresas estão precisando

The Hard Skills Companies Need Most in 2020
The Hard Skills Companies Need Most in 2020

Em uma pesquisa publicada em Janeiro de 2020 pelo Linkedin denominada “The top skills companies need most”, que podemos traduzir como  “As principais habilidades que as empresas mais precisam” foi analisada as habilidades que estão em alta demanda em relação à oferta. 

E a habilidade de UX Design figurou entre as 5 principais Hard Skills.

A procura por profissionais da área de UX tem sido ótima

Disputado, profissional que cuida da experiência online do cliente cresce rápido.
Imagem obtida no site da Folha de São Paulo

Segundo artigo da Folha de São Paulo de setembro de 2021 chamado “Disputado, profissional que cuida da experiência online do cliente cresce rápido”, as áreas de UX e UI têm atraído investimento de empresas com expansão do ecommerce e a crescente digitalização.

As notícias sobre o mercado de profissionais da área de UX tem sido são animadoras. E além disso podemos citar do constante crescimento da área de TI. Essa área está diretamente ligada a UX e possibilita muitas oportunidades.

Conteúdos do Chief para aprender sobre UX Design

Tenho que te parabenizar por ter chegado até aqui. Este artigo é bem extenso e repleto de informações importantes e acredito que você está sedento por saber ainda mais sobre UX Design.

Você pode adquirir conhecimentos como autodidata sem gastar um centavo sobre “UX e UI design” e “Design de interface do usuário” acessando nossa Playlist especializada no Youtube.

Clique no link para acessar a playlist!!!

Considerações Finais

Neste artigo procurei abordar questões relevantes sobre a área de UX Design. Pode ser que alguma dúvida que você possui não tenha sido abordada. Por isso peço que você utilize a seção de comentários e compartilhe conosco o seu pensamento.

UX Design é uma área que está em expansão e que vem despertando grande interesse de contratantes, por isso procurar por informação correta, ficar atento a charlatanismos e analisar com senso crítico é algo valioso para que não existam decepções com as possíveis escolhas.

Espero que você tenha gostado do artigo!

Compartilhe com seus amigos que queiram conhecer um pouco mais sobre UX Design e deixe seu comentário também.

E não deixe de conhecer a nossa Playlist de UX/UI Design no Youtube!!!

Forte abraço.

Até mais.

David Arty

Olá. Sou David Arty, fundador do blog Chief of Design.
Sou natural de São Paulo, Brasil. Trabalho com design, principalmente com design para web, desde 2009. Procuro transformar ideias loucas e complexas em peças simples, atrativas e funcionais.